Holonomics e 1STi lançam o Deep Tech Network

Movimento que busca unir o desenvolvimento tecnológico avançado com a evolução da consciência humana.

Neste momento decisivo da nossa história, onde mudanças dramáticas globais estão transformando a realidade, os hábitos, as escolhas e o comportamento humano, é urgente e imperativo ver e entender a tecnologia de novas maneiras, abrindo novos caminhos para a inovação, a cocriação e a evolução.

Igor Couto, Aline Fróes, Maria Moraes Robinson, Simon Robinson

Pensando nisso foi criado o movimento Deep Tech Network com o objetivo de ajudar organizações a encontrarem soluções profundas para problemas complexos, ampliando o olhar para a evolução da tecnologia com maior consciência sobre o seu impacto na sociedade e no planeta.

No formato de uma plataforma multimeios, o  movimento, criado pelas empresas Holonomics e 1STi, ambas de São Paulo, possui um manifesto que explica as bases que o fundamentam e se inicia com o lançamento do Deep Tech Podcast.

“Antes mesmo do Covid-19, já vivíamos um momento singular em nossa história, de muito dinamismo, muitas mudanças e novas questões”, explica Maria Moraes Robinson, CEO Brasil da Holonomics. Agora, mais do que nunca, precisamos fazer as perguntas de forma consciente para encontrar as respostas mais adequadas para a humanidade continuar evoluindo de forma harmônica”, completa.

Conduzido por Maria Moraes Robinson e Igor Couto, co-fundador e CEO da 1STi,  o Deep Tech Podcast promove diálogos sobre o panorama global, apresenta dados, análises e propõe reflexões que podem ajudar líderes, gestores e as pessoas em geral a encontrarem oportunidades, a melhor lidarem com os novos desafios e a desenvolver estratégias efetivas para suas vidas e organizações.

Convivemos com dados e estatísticas que geram por um lado grande apreensão e, por outro, euforia“, explica Couto. “A tecnologia pode ser um grande aliado da humanidade, mas não resolve todos os problemas. Precisamos qualificar e analisar dados e informações para enxergar o panorama real e desenvolver a tecnologia de forma a colocar a sociedade e as organizações em um caminho virtuoso“, completa Couto.

O primeiro podcast tem como tema “Por que Deep Tech?”, e será lançado no dia 22 de abril. O segundo episódio abordará “A Dimensão Viva da Tecnologia”, e está agendado para o dia 6 de maio. No dia 20 de maio, Maria e Igor farão um webinar sobre “Tecnologia com Alma”. Todos os programas estarão disponíveis no site www.deeptech.network, além de plataformas como Spotify, Deezer e iTunes.

O Manifesto

Maior poder requer maior responsabilidade. Por isso, o movimento Deep Tech Network desenvolveu um manifesto.

O manifesto foi escrito para ajudar profissionais de tecnologia, inovadores, empreendedores, líderes e gestores de mudança a entender como desenvolver soluções Deep Tech seguindo sete princípios fundamentais, que lhes permitam considerar as propriedades emergentes de toda e qualquer solução desenvolvida e garantindo que toda solução respeite os aspectos humanos e planetários.

O manifesto une o papel da tecnologia com a consciência humana em prol de inovações e soluções que fortaleçam o bem-estar social, a sustentabilidade, a cooperação global e o impacto positivo na sociedade.

Os sete pontos que compõem o manifesto Deep Tech são:

  1. O objetivo do Deep Tech é usar deep thinking para encontrar soluções profundas para problemas complexos;
  2. O Deep Tech combina pensamento analítico e consciência artística;
  3. O Deep Tech cria inteligência aumentada – a combinação de inteligência artificial com ações humanas conscientes;
  4. Privacidade e ética são elementos essenciais dos algoritmos Deep Tech;
  5. Deep Tech é desenvolvido por pessoas talentosas que vêm de uma rica diversidade de origens;
  6. Os valores da Deep Tech são os cinco valores humanos universais de paz, verdade, amor, retidão e não-violência;
  7. Deep Tech nos ajuda a explorar nosso mundo e a nós mesmos de maneiras cada vez mais significativas, honrando o que é ser humano em nosso mundo.

Ecossistema Deep Tech

Para dar vida ao movimento, a Holonomics e a 1STi se uniram para desenvolver mais três iniciativas: Strytegy, Instituto Precisa Ser e Vai na Web. “Neste momento no qual todo os sistemas humano, econômico e social vem sendo desafiados, criamos um ambiente autêntico e diverso, com competências complementares e valores bem definidos para nos ajudar a emergir soluções para os nossos maiores desafios enquanto humanidade”, explica Maria Moraes Robinson.

Os primeiros passos do Deep Tech Network foram dados em 2018, na cidade de São Paulo, com a realização do primeiro evento Deep Tech Talks, com o tema “Tecnologia com Alma”, seguido, em 2019, da realização do segundo evento cujo tema foi “Agilidade Aumentada”. Esses eventos tiveram como objetivo reunir gestores, líderes e executivos convidados para refletir mais profundamente sobre a necessidade de alinhar o potencial humano das organizações com o rápido desenvolvimento tecnológico, de forma a proporcionar resultados positivos e saudáveis para as organizações em suas dimensões econômica, humana e ambiental.

A força do ecossistema Deep Tech está em sua capacidade de incluir pessoas e organizações que, juntas, poderão desenhar um futuro mais humano e feliz para as pessoas e o planeta. O Deep Tech Network convida a todos que se identificam com seu propósito a fazerem parte desse movimento.

Sobre a 1STi

Em um tempo marcado pelos maiores desafios econômicos, sociais e ambientais da nossa história, a superfície não é o lugar. Devemos mergulhar fundo para encontrar a força que nos permite criar trajetórias intencionais e urgentes, que desenvolvam as condições necessárias para uma nova maneira de evoluir. A 1STi é uma empresa de consultoria Deep Tech, com sede em São Paulo, composta por uma equipe descentralizada de inovadores, desenvolvedores, engenheiros, empreendedores, designers e cientistas de dados. Construímos novos caminhos através da conexão de três dimensões de inteligências: artificial, humana e social. E por meio do nosso ecossistema regenerativo, desejamos expandir as fronteiras de negócios e sociedade, substituindo ciclos viciosos de desigualdade extrema por desenvolvimento econômico e bem-estar coletivo em escala — Acesse: www.1sti.com.br

Sobre a Holonomics

 Baseada em São Paulo, a Holonomics é uma consultoria que tem como propósito apoiar empresas e organizações a implementarem programas de profunda mudança organizacional e cultural. Cada programa, iniciativa e intervenção criada pela consultoria é baseada em Holonomics, uma abordagem sistêmica para a transformação de negócios, abrangendo estratégia, experiência do cliente, novos modelos de negócio, inovação, comunicação, liderança e o engajamento de stakeholders. Todo o trabalho realizado pela consultoria tem como base os cinco valores humanos universais de paz, verdade, amor, retidão e não-violência. O desenvolvimento desses valores humanos leva à melhoria na qualidade das relações via o diálogo autêntico, à implementação de formas ágeis de trabalho e ao maior engajamento das pessoas. A partir de uma visão integral da organização, prepara os líderes e demais pessoas para implementarem soluções efetivas para os novos desafios de gestão, criando, assim, organizações mais prósperas. – Acesse: www.holonomics.com.br

Seu plano de negócios para enfrentar o COVID-19

Muitas empresas estão sofrendo como resultado da atual pandemia. Alguns de nossos amigos já perderam o emprego. Por outro lado, muitas pessoas querem ajudar, mas não sabem ao certo como. Todos estamos enfrentando desafios diferentes, portanto, não há uma única solução.

Por causa disso, a Holonomics, em colaboração com a Methodical, disponibiliza em português, um plano de negócios desenvolvido especificamente para ajudar as empresas a enfrentarem os desafios que surgiram devido ao COVID-19.

O plano desenvolvido pode fornecer um apoio nesse momento. Trata-se de uma estrutura que mostra todos os fatores que afetam o seu negócio, permitindo o entendimento dos desafios e das oportunidades. Também pode ajudá-lo a considerar as implicações que as decisões tomadas terão sobre sua empresa e seu futuro.

Acreditamos que esse plano pode apoiá-lo no desenho de um caminho estruturado para esses tempos caóticos. Para isso, o plano possui um conjunto de questões, distribuídas em nove dimensões, que ajudarão você a visualizar o que fazer nesse momento. Ao final, você transfere para a planilha, em uma página, o resumo do seu plano completo.

Lançamento do livro ‘Nosso Mundo: Não Temos Plano B’

Simon e eu estamos muito felizes em anunciar o lançamento do novo livro “Nosso Mundo: não temos Plano B”, publicado pela Escola de Negócios Sustentare, Joinville, Brasil, e do qual contribuímos como autores.

O livro foi editado por Vanessa Weber Leite e Wilmar Cidral, fundador da Sustentare, e contém, além de nosso capítulo, contribuições de muitos dos principais profissionais e professores de sustentabilidade do Brasil, incluindo Silvia Quevedo, Reinaldo Bulgarelli, Cecília Seravalli Soares, Cristina Fedato, Vitor Seravalli, Ricardo Voltolini e Marcus Nakagawa.

Como Vanessa Weber Leite escreve em sua introdução, “O objetivo desta publicação é apresentar, na visão de especialistas e pesquisadores, algumas alternativas aos temas relevantes para a sustentabilidade no âmbito empresarial e atualizar as principais questões que norteiam a temática abordada, oportunizando a reflexão para a revisão de práticas empresariais, sua consolidação, ou simplesmente a inspiração para os primeiros passos rumo às inovações sustentáveis que a sociedade e os negócios almejam.”

Partindo das 17 metas de sustentabilidade desenvolvidas e promovidas pelas Nações Unidas, o livro examina muitos aspectos diferentes da sustentabilidade, incluindo a agenda global, direitos humanos, cadeias de valor sustentáveis, culturas de negócios regenerativas, inovação, consumo consciente e Holonomics.

Simon e eu contribuímos com um capítulo que apresenta nossa abordagem Holonomics que se refere a uma profunda transformação cultural nas organizações, explicando como trabalhamos com os quatro pilares inter-relacionados dos valores humanos, da dinâmica de ver, dos sistemas da natureza e dos novos modelos de negócio.

Simon Robinson, Wilmar Cidral e Maria Moraes Robinson

Estamos muito felizes por contribuir para este novo livro, pois, nosso livro Holonomics: Business Where People e Planet Matter foi baseado no módulo de MBA sobre estratégia, complexidade e transformação cultural que Simon e eu desenvolvemos para um curso que ministramos na Sustentare em 2011.

O lançamento do livro acontecerá no dia 26 de agosto na CasaE da BASF em São Paulo, com transmissão ao vivo para a Sustentare Escola de Negócios em Joinville. A CasaE é uma casa conceitual ecologicamente eficiente criada pela BASF, permitindo a exibição de tecnologias sustentáveis desenvolvidas pela BASF e por seus parceiros.

Os autores estarão presentes e discutindo com os participantes um pouco sobre seus trabalhos. O evento também fornecerá informações sobre o lançamento de um novo curso sobre Sustentabilidade de 60 horas oferecido gratuitamente pela Sustentare a quem se interessar por esse tema.

Para mais informações, favor visitar o site aqui.

Artists and Phenomenologies of Climate Change

Theresa Akers é designer, artista plástica e culture-maker que trabalha no desenvolvimento de produtos, experiências e ambientes. Sua pesquisa engloba tanto o ambiente físico quanto o virtual e o diálogo entre produtos, espaços e meio ambiente.

No ano passado, Theresa iniciou seu mestrado no curso de Sustainable Design at Minneapolis College of Art and Design (MCAD). Como nossos livros Holonomics e Customer Experiences with Soul são leituras recomendadas em várias universidades dos EUA, inclusive a de Minneapolis, Theresa entrou em contato com o Simon para saber se ele poderia ser seu orientador.

Simon aceitou e o resultado pode ser visto nesse interessante artigo que apresenta o trabalho desenvolvido pela Theresa e a sua tese completa, que inclui nossa abordagem Holonomics, a abordagem Customer Experiences with Soul e o Holonomic Circle: Artists and Phenomenologies of Climate Change: A Community Proposal

Brad Jeffery, CEO e cofundador da Causegear, cita Holonomics

Foto: Sustainable Brands

Brad Jeffery é o CEO e cofundador da Causegear, uma marca de moda premiada que foi criada com a missão de empoderar mulheres nos lugares mais pobres do mundo.

Por isso ficamos muito felizes hoje ao ver este artigo escrito por Brad no qual ele abraça a mensagem de Customer Experiences with Soul, que enfatiza a importância de integrar o design da experiência do cliente com uma visão ampla de sustentabilidade:

Beyond Sustainable: What does it mean to be Care-Centric?

No final do artigo, ele cita a palestra de abertura que fizemos em 2014 no evento da Sustainable Brands em Londres, onde lançamos nossa abordagem Holonomics e apresentamos nosso estudo de caso sobre o Hospital Sírio Libanês:

“Moving forward with a care-centric approach is a communal effort that can bring people together. A presentation at Sustainable Brands 2014 in London provided a wonderful example of how to communicate and accomplish this, with a presentation by Simon and Maria Moraes Robinson. They created a communications event to engage every person at every level in what is the similar “holonomic” (wholeness and economy) thinking at Hospital Sírio Libanês in São Paulo, Brazil. Coming together around a unified, care-centric approach was bonding and transformational for the hospital team.”

Maria Moraes Robinson

Sustentare oferece curso de Balanced Scorecard com professora reconhecida internacionalmente

Press Release

Sustentare Escola de Negócios
Rua Coronel Santiago, 400
Anita Garibaldi, Joinville – SC
CEP: 89203-560
Telefone: (47) 3026 4950

Sustentare oferece curso de Balanced Scorecard com professora reconhecida internacionalmente

O século XXI inaugurou uma nova era na dinâmica de se planejar e de se executar a estratégia. Devido ao ambiente cada vez mais dinâmico e incerto no qual as organizações estão inseridas, a forma de planejar tradicional precisa ser revista e adaptada aos novos requisitos do ambiente de negócios. Nesse contexto, saber para onde se quer ir e fazer a gestão dessa caminhada se tornou ainda mais relevante. A metodologia do Balanced Scorecard, criada em fins do século XX, se mostra extremamente atual e capaz de criar as bases necessárias para as organizações traduzirem e implementarem suas estratégias promovendo a gestão de forma ágil e efetiva.

Maria Moraes Robinson
Maria Moraes Robinson

Esse será o tema do módulo Balanced Scorecard, que será realizado na Sustentare Escola de Negócios nos dias 17 e 18 de maio, com a professora Maria Moraes Robinson, que recebeu reconhecimento internacional por seu profundo conhecimento sobre a metodologia e sua aplicação. A professora, durante muitos anos, trabalhou diretamente com os professores Kaplan e Norton, criadores da metodologia do Balanced Scorecard, e participou ativamente na implementação de inúmeros projetos, que contribuíram para importantes reflexões sobre a aplicação da metodologia. Essa experiência gerou aprendizados preciosos que serão compartilhados com os participantes do curso.

“Por permitir a tradução da visão de futuro da organização em objetivos estratégicos correlacionados entre si, possibilita à organização entender as relações que existem entre os processos internos e suas competências fundamentais com os resultados almejados”, explica a professora. “Ao vincular indicadores, metas e projetos aos objetivos, é assegurado o alinhamento do dia-a-dia com a estratégia da organização em um processo de feedback e aprendizado contínuos, tão necessário em tempos de grande dinamismo”, acrescenta a professora.

“A disciplina do Balanced Scorecard, oferecida pela Sustentare, apresentará os fundamentos da metodologia, de forma teórica e prática, desde o entendimento do que é estratégia até a sua efetiva execução. O objetivo é possibilitar que os participantes entendam, a partir da compreensão do contexto atual, como o Balanced Scorecard pode apoiar a gestão e a execução da estratégia em suas organizações”, antecipa.

Mais informações e inscrições: https://www.sustentare.net/site/curso/balanced-scorecard/

Breve currículo da professora Maria Moraes Robinson

Maria Moraes Robinson é cofundadora e CEO da Holonomics Education Brasil, uma empresa de consultoria e educação especializada nos temas Estratégia, Gestão da Mudança, Experiência do Cliente e em Programas de Liderança. É coautora dos livros Holonomics: Business Where People e Planet Matter e Customer Experiences with Soul: A New Era in Design, publicados no Reino Unido e dos livros Gestão da Estratégia: Experiências e Lições de Empresas Brasileiras e O Ativista da Estratégia, publicados no Brasil. Possui longa experiência como consultora na implementação da metodologia do Balanced Scorecard. A partir da abordagem Holonomics, que se baseia nos valores humanos universais e na visão sistêmica, desenvolve programas de profunda transformação organizacional e preparação das pessoas para os desafios da mudança. É professora na Sustentare Escola de Negócios e autora na Harvard Business Review.

O Curso ‘Designing Flourishing Businesses with Soul’

Este é o mais recente artigo do Simon publicado no blog do Schumacher College:

Designing Flourishing Businesses with Soul

Esta semana recebemos a informação que as vagas para o curso que ministraremos no Schumacher College, na Inglaterra, em janeiro de 2019, embora estejamos com meses de antecedência, já começaram a ser preenchidas.

Assim, caso você esteja interessado em participar, não deixe para a última hora, pois, as vagas são limitadas. Será uma ótima oportunidade de participar de um curso que reúne nossas abordagens Holonomics e Customer Experiences with Soul, em um ambiente extremamente acolhedor e histórico.

Sustentare promove Seminário Internacional com professores renomados

JOINVILLE: A Sustentare Escola de Negócios realizará nos dias 20 e 21 de julho o curso: “Seminário Internacional”, com quatro professores renomados, que desenvolvem novos conceitos e metodologias. Maria Moraes Robinson e Simon Robinson abordarão: “Customer Experiences With Soul”, tema do livro lançado pelo casal no Reino Unido.

Já Ana Lúcia Münzner e Steffen Münzner falarão de “Thinking Environment”, uma metodologia que permite criar entre pessoas um ambiente de apreciação e respeito para gerar novas ideias, remover bloqueios de pensamento, investigar possibilidades e tomar decisões.

“Agora, mais do que nunca, as empresas precisam entender o que é experiência, não apenas em termos do que seus clientes estão vivenciando, da jornada do cliente, mas da nossa experiência essencial de ser, o que significa ser humano. Empresas e organizações que realmente entendem isso irão florescer nos próximos anos”, afirma Simon Robinson.

“Maria e eu estamos muito felizes em voltar à Sustentare em julho e compartilhar nossas experiências em negócios e design, ajudando os alunos a desenvolverem experiências com alma para clientes, novos processos de inovação e formas de trabalhar em equipe, considerando todo o ecossistema”, complementa.

“Somos professores da Sustentare desde 2010, uma escola de negócios verdadeiramente visionária. É a única escola de negócios no Brasil que introduziu nossa abordagem Holonomics como módulo fundamental para todos os MBAs e pós-MBAs oferecidos. Holonomics não é oferecido de forma separada e sim integrada com outros temas presentes na agenda de todo executivo, como inovação, liderança, estratégia e educação corporativa. Os estudantes aprendem a ver todos esses temas práticos a partir de uma perspectiva mais ampla”, enfatiza o professor.

As inscrições para o módulo Seminário Internacional já estão encerradas, por terem atingido a lotação máxima.

Confira os currículos dos professores:

Simon Robinson: É coautor dos livros Customer Experiences with Soul: A New Era in Design e Holonomics: Business Where People and Planet Matter. Atua como consultor e trabalha integrando programas de gestão da mudança, inovação, experiência do cliente com a estratégia. Foi um dos cofundadores do primeiro portal móvel para internet no mundo, Genie Internet, e recebeu muitos prêmios de inovação em mídia. Tendo começado a sua carreira na área de user centred design no início dos anos 1990s, é reconhecido pelo seu trabalho com foco no cliente, introduzindo o conceito de customer experiences with soul em 2015, inovação e desenho de plataformas de serviço. É autor da Harvard Business Review, colaborador do blog da Sustainable Brands e editor do blog http://www.transitionconsciousness.org

Maria Moraes Robinson: É escritora, sócia-fundadora da Holonomics Education e internacionalmente reconhecida como expert e keynote speaker em estratégia, gestão da mudança, sustentabilidade, valores humanos nas organizações e Balanced Scorecard. É coautora de dois livros que receberam reconhecimento internacional, Customer Experiences with Soul – A New Era in Design e Holonomics: Business Where People and Planet Matter, considerado um dos 36 mais importantes livros de sustentabilidade pela Sustainable Brands. Juntamente com Simon Robinson, é criadora de novas abordagens para a transformação das organizações, como a abordagem Holonomics que propõe maneiras radicalmente novas para desenvolver e implementar estratégias, o design da experiência do cliente e a evolução do modelo de negócios.

Ana Lúcia Münzner: Coach, facilitadora e pioneira do Thinking Environment no Brasil. É a primeira facilitadora certificada para ministrar cursos da metodologia no país. Formou-se Engenheira Civil no Brasil e mestre em “Regional Sciences with focus on international development” na Alemanha. Trabalhou pelo governo alemão na Zâmbia em projetos de consultoria de planejamento. Além do seu treinamento na Teoria U realizado com precursores do Presencing Institute (MIT), Ana se certificou em Thinking Environment com Trisha Lord e Nancy Kline, a criadora do método.

Steffen Münzner: Se especializou no Thinking Environment e também é executive coach (Integral Coaching Canada®) e consultor em desenvolvimento organizacional, sustentabilidade, inovação e liderança (MBA Cumbria University, UK). Ministra palestras e aulas sobre complexidade e inovações para educação executiva. Especialista em abordagens de mudanças integrais, Münzner é um facilitador de processos e grupos com uma gama de metodologias de ponta, ajudando profissionais e empresas a criar novas habilidades, processos e sistemas para lidar com incertezas e a crescente complexidade. Steffen é diretor-fundador de Virtus Desenvolvimento Integral.

Informações para a imprensa e agendamento de entrevistas:

Mariana Pereira

Assessora de imprensa da Sustentare

(47)99183-5573